DJgrafia

DJ King é sócio fundador do selo, produtora e estúdio Crown Records. Apoia o site informativo Quilombo Hip Hop, que promove cultura urbana por meio da comunicação digital e entretenimento noturno musical. Produz eventos focados na cultura negra como A Grande Família e além das festas residentes pelo Brasil.

2011 - Recordista Mundial Categoria Maratona DJ-ing (Guinness World Records) 120h 19m;

2010 - Scratch & Mixagens NXZero “Projeto Paralelo”: faixas “Só Rezo”, “Bem ou Mal” e “Corra”. Marcou 303 apresentações como DJ solo. Lançou o primeiro anuário musical do rap brasileiro, o “Mixtape Anuário Vol. 1”;

2009 - Marcou 257 apresentações como DJ solo. Ampliou a rede Quilombo Hip Hop com o site informativo e cultural;

2008 - Eventos: Batalha das Quadras (Nike), focado em street soccer e Free Style (Red Bull), focado em BBoys.  Marcou 240 apresentações como DJ solo. Lançou a marca Quilombo Hip Hop Party focada em eventos e entretenimento da cultura;

2007 - Marcou presença nos lançamentos e ações das marcas MCD (Santa Catarina), All Together (Goiânia) e Summer Stage (Ilhabela);

2006 - Produção da faixa introdução da coletânea Smoking Hip Hop. Evento: WCT da elite do surf mundial em Florianópolis/SC, Brasil;

2005 - Abriu o evento 00:00, tradicional réveillon do  Chile. Recebeu no ano o prêmio Hip Hop Top como personalidade da cultura Hip Hop. Festival MTV, lançamento da Nike BR (Rio de Janeiro e São Bernardo), Show Fight (São Paulo) e Brasília Music Festival (Distrito Federal) com renomadas atrações internacionais como o lendário DJ Craze;

2004 - No aniversário de São Paulo (SP 450 anos) se apresentou para mais de 120 mil pessoas, no mesmo palco de Rita Lee, Demônios da Garoa, Maria Rita e Titãs. Esteve presente nos eventos Hip Hop Manifesta com Snoop Doggy Dog e Final Games NBA/Brasil; Foi o primeiro DJ de Rap Nacional a se apresentar no São Paulo Fashion Week, na Bienal de SP, no lounge da Motorola. Na MTV; com o grupo De Conceito foi indicado ao VMB na categoria Rap, com a obra Se Vira Virou; além de participar do filme (stop-motion) A Batalha do Vinil como DJ Jamanta, da série Cidade dos Homens (episódio Hip Sampa Hop) e do filme Narciso Rap de Jefferson D;

2003 - Eleito pelo evento Agosto Negro/ Prefeitura SP, o melhor DJ das noites de São Paulo. Esteve presente nos lançamentos de marcas como Black Mundo Mix, Motomix, Skol Hip Rock e Feira Preta entre outras;

2002 - Em parceria com o rapper Xis, foi vencedor da categoria Rap do prêmio VMB da MTV com a obra Chapa o Côco, mas também foi indicado ao prêmio com a obra Us Mano e as Mina;

1999 - Evento Duloco, itinerante na rede SESC tendo como convidado o grupo Assassin da França; e também da produção do disco do rapper Xis (Seja como For) e do single Estado Crítico.  Ambas as obras lançadas pela 4P, produtora de propriedade também do DJ KLJay (Racionais MC´s);

1998 - Lançou a primeira mixtape solo, Executando Segundo Plano, focada em DJ Performance; consagrou-se Tetra Campeão Zona Leste como DJ competidor no Hip Hop DJ / 4P, o maior campeonato de DJ’s do Brasil;

1997 - Participação na produção do disco de Nuno Mendes (12 Revelações), pela rádio 105 FM;

1992 a 2002 - Grupos Rap Revolução Negra, Comando DMC, Xis, Estado Crítico, apresentou beats/batidas diferenciados no mercado fonográfico;